Passeios e Trilhas

Passeio da Rotas e Trilhas

Veja abaixo alguns exemplos de eventos que realizamos, e sempre estamos buscando novos roteiros e locais!

 Rota das Três Cachoeiras – passeio na região de Três Forquilhas e Três Cachoeiras, de nível leve, com visitação a Cachoeira das Pedras Brancas, Cachoeira Poço dos Morcegos e a Cachoeira Poço das Andorinhas. No verão excelente para banho.

Trilha dos Quatro Passos – trilha com bom nível de dificuldade, bastantes pedras, na região de Três Coroas e São Francisco de Paula. Tem este nome porque se cruza 4 vezes o mesmo rio no meio da trilha.

Rota do Canion – passeio em Cambará od Sul, com visitação ao Canion Pinheirinho, Canion Fundo Grande e Canion Cambajuba. Pode ser realizado em mais de uma variante, com churrasco ao meio dia, ou café colonial no final da tarde.

Rota dos Morros – passeio com alguma dificuldade pelos morros de Porto Alegre, iniciando o percurso na av. Nonoai com av. Vicente Monteggia, o comboio sobe o morro Teresópolis, e a partir daqui em trilhas com alguns obstáculos, e por ruas e estradas de terra, por cima dos morros segue pela Apamecor, Praça do alto do Morro Teresópolis, Morro da Embratel, Morro da Cruz, Morro da Batalha, saindo quase em Viamão, para então percorrer uma trilha que leva mais ao sul, próximo a Restinga, e terminando com um trajeto na região de Itapuã.

 Trilha Desafio do Garrafa – Trilha com alto nível de dificuldade. A trilha tem este nome porque enfrenta uma estrada velha que cruza o Rio Garrafa. A trilha requer veículos preparados e muito uso de guincho e habilidade.

Rota da Cruzinha – Rota em São José dos Ausentes, com visitação a cânions como o Canion da Cruzinha, e Canion Monte Negro, e locais como o Peral dos Cabritos. Pode ser de 2 ou 3 dias.

 Trilha de Cambará – Trilha com alto nível de dificuldade, na região do Capão Penso em Cambará do Sul. Somente para veículos muito bem preparados e equipados. Requer uso de guincho.

 Rota do Josafaz – trilha nível 2 a 3 pneus para visitação ao Cânion Josafaz e Campo da Descoberta

 Trilha do Josafaz – trilha nível 2 a 3 pneus, no entorno da localidade de Josafaz

Expedição Sierras de Rocha – Porto Alegre a La Paloma. São 4 dias de muita adrenalina no pais vizinho. Trilhas de beira de praia, no meio de fazendas, com muito barro, pedras, e muita paisagem bacana. Excelente para quem deseja aventura.

Expedição Termas do Arapey – Expedição de 4 ou 5 dias que visita as Termas do rio Arapey, com hospedagem no Arapey Thermal Resort, hotel do sistema all inclusive. Excelente passeio para descansar, curtir os amigos e o hotel.

Expedição Atacama – Expedição que cruza a Argentinda até Salta, e depois a Cordilheira dos Andes até San Pedro de Atacama no Chile. Pode ser realizada em 11 ou 12 dias, e percorre 5500 km com muitas paisagens fantásticas.

Expedição Faróis do Sul – Expedição que percorre o litoral do RS, a partir de Tramandaí até o Chuí, visitando todos os faróis que temos neste trecho no mar e alguns da lagoa dos Patos. 6 dias de muita paisagem fantástica.

Expedição Missiones – Expedição que explora as missões do Brasil, Argentina e Paraguai.

Rota Beneficente/Natal Solidário = Rotas normalmente realizadas passando por locais pobres, com pessoas necessitadas, com doações de alimentos, brinquedos, etc… Pode ser feito em diversos locais, o roteiro variável e tem sido feito no entorno de Porto Alegre, passando por vilas mais afastadas do centro urbano. Normalmente nível 1 pneu, mas pode ser mais exigente. (1 dia ou 1 tarde)

Rota da Charqueada = Rota no litoral, com classificação nível 2, dependendo do clima nível 3. Começa em Quintão, e desce por beira de lagoas entre areia, banhados, barro e áreas alagadas, passando por Magistério, Dunas Altas, e podendo terminar em Dunas Altas ou Bacopari. Tem este nome devido a Lagoa da Charqueada, também conhecida como Lagoa de Quintão, onde esta sendo construído novo parque eólico. Bom passeio para o verão ou clima quente, com banho de lagoa. (1 dia)

Rota da Descoberta = Roteiro com nível de dificuldade 2 a 3, com visitação ao Cânion das Pedras Brancas. A estrada vai até próximo ao Campo da Descoberta, com obstáculos para veículos preparados. Três Forquilhas e Cambará (1 dia)

Rota da Descoberta Especial = Roteiro com nível de dificuldade 3 a 4, com visitação ao Cânion das Pedras Brancas, caminhadas, banho de cachoeiras, visitação ao Campo da Descoberta, e acampamento selvagem. Três Forquilhas e Cambará (2 dias)

Rota da Estação Abandonada = Roteiro de nível 1, por Bento Gonçalves e Veranópolis. Visita alguns locais como Vinicola Peculiare, Estação de Trem Abandonada Jaboticaba, Caverna Indígena, Usina Velha, Belvedere do Espigão, Belvedere da Ferradura, etc… (1 dia)

Rota da Ferrovia = Roteiro de nível 2, em Bento Gonçalves. Entra num antigo trecho de ferrovia abandonado, cruzando com os veículos por 5 tuneis. Roteiro depende do estado do trecho e possíveis desmoronamentos devido a chuvas. (1 dia)

Rota da Graciema = roteiro por Rolante e Riozinho, passando pela Cascata do Chuvisqueiro. Enfrenta 2 trilhas (Trilha da Ponte e Trilha da Graciema), normalmente de nível 1 a 2 pneus. (1 dia)

Rota da Pedra Furada = roteiro de 4 dias que vai até Urubici em Santa Catarina. No primeiro dia é feito o deslocamento entre Porto Alegre e Urubici, mesclando asfalto e estradas de terra, podendo ter visitação a alguns locais. No segundo e terceiro dia, passeios e trilhas no entorno de Urubici, visitando locais como Morro da Igreja, Cascata Véu de Noiva, Morro Pelado, Cascata do Avencal, Morro da Cruz, Morro da Antena, Campo dos Padres, Serra do Corvo Branco, Caverna dos Bugres, etc… No quarto dia é iniciado o retorno pela Estrada de Santa Barbara até a Serra do Rio do Rastro. Nivel 1, podendo (opcional) ter uma ou duas trilhas nível 2 a 3. (4 dias)

Rota da Serra do Umbu = roteiro nível 1, em Rolante e Riozinho, indo até Barra do Ouro e Maquiné. Passa pela Cascata do Chuvisqueiro e Serra do Umbu. (1 dia)

Rota de São Chico= mix de trilhas e passeios no entorno de São Chico. Montado a partir de roteiros de 1 dia, pode ser feito um roteiro de 2 ou 3 dias com trilhas de variado nível de dificuldade, conforme se desejar. Pode usar trajetos mais próximos a Cambará também. (2 a 3 dias)

Rota da Solidão – roteiro nível 2, no entorno do Farol da Solidão e Lagoa da Solidão. Passa por dunas e lagoas, acabando em Bacupari. (1 dia)

Rota das Andorinhas = roteiro nível 1, em Rolante e Riozinho, com caminhada até a Cascata do Chuvisqueirinho e Cascata das Andorinhas. Pode-se ter um rapel de 30 metros na Cascata do Chuvisqueirinho. Visita-se ainda a Cascata do Chuvisqueiro. (1 dia)

Rota das Barragens = roteiro nível 1, em Três Coroas e São Francisco de Paula. Visita 5 barragens da região: Barragem das Laranjeiras, Barragem dos Bugres, Barragem do Salto, Barragem da Divisa e Barragem do Blang. (1 dia)

Rota das Cachoeiras = roteiro de nível 1, com banho de cachoeira e caminhada por cachoeiras. Visita a Cachoeira dos Venancios, Cachoeira do Passo do S, Passo do S e Passo da Ilha. (1 dia)

Rota das Encantadas – roteiro nível 1, na região de Santana da Boa Vista e Caçapava do Sul. Muitas paisagens bonitas no entorno do Rio Camaquã, com relevo acidentado, rochas, etc…. Pode ser feito em 2 ou 3 dias.

Rota das Guaritas – roteiro nível 1, na região de Santana da Boa Vista e Caçapava do Sul. Muitas paisagens bonitas no entorno do Rio Camaquã, com relevo acidentado, rochas, etc…. Pode ser feito em 2 ou 3 dias. Ideal 3 dias. Este visita a região das Guaritas e Minas do Camaquã.

Rota das Lagoas – roteiro nível 2, saindo de Porto Alegre até Santo Antonio pela Freeway, começa pela manhã costeando a Lagoa dos Barros, seguindo por estradas de terra e areia até Cidreira, onde inicia na parte da tarde um percurso por beira de Lagoas como a Lagoa da Fortaleza, Lagoa Manuel Nunes, Lagoa das Custódias entre outras e passando pelo novo Parque Eólico. Esta parte também é popularmente conhecida como “Tuia”. (1 dia)

Rota das Missões = Roteiro que cruza o estado para visitar as famosas reduções jesuíticas de São Miguel Arcanjo, São João Batista e São Lourenço. No meio do caminho, visita-se a Barragem do Passo Real e as Vossorocas do Ivaí. Após, segue-se rumo a fronteira com a Argentina para visitar o Salto do Yucumã. Nível 1. (3 dias).

Rota das Parreiras = roteiro nível 1, passa por Carlos Barbosa, Garibaldi, Monte Claro, Bento Gonçalves e Veranópolis. Visita o Morro do Diabo, Salto Ventoso, almoça em Monte Claro, visita Usina Velha, Caverna Indígena e termina na Vinícola Peculiare. (1 dia)

Rota das Pedras Brancas – variação do roteiro da Rota da Descoberta, mas com classificação 1 pneu. Visita-se a vila Josafaz, e o Canion Pedras Brancas, com caminhada pelo cânion. Conforme o clima, pode ter banho de cachoeira. (1 dia)

Rota de Bacopari –  roteiro nível 2 a 3, que percorre o entorno da Lagoa Azul, ou Lagoa de Bacopari. Terrenos com áreas alagadas e dunas. (1 dia)

Rota de Dois Lajeados – roteiro nível 1 no entorno de Dois Lajeados e Guaporé. Passa por trechos de ferrovia ativa e estações abandonadas, bem como diversas paisagens da região. (1 dia)

Rota dos Túneis – roteiro nível 2 a 3 conforme clima, no entorno de Dois Lajeados e Guaporé. Passa por trechos ativos de ferrovia e pois túneis abandonados, inacabados, e um aqueduto. (1 dia)

Rota de Itapuã – roteiro nível 1 a 3, conforme os obstáculos enfrentados. Muito bom para confraternização e testar as aptidões fora de estrada. O grupo permanece no local durante o dia percorrendo um trajeto pré-determinado com alguns obstáculos como banhado, areia, sanga, beira de lagoa, e pode fazer um churrasco ao meio dia e tomar banho na lagoa dos Patos. (1 dia).

Rota do Albardão –  roteiro nível 1, pode iniciar o percurso por Bojuru, indo pela Beira da Praia até São José do Norte, cruzando de balsa para Rio Grande, e depois percorrendo em 1 dia o trajeto Cassino – Chuí pela praia. Neste trajeto pode-se visitar algumas atrações como o Navio Altair, Faróis como o Albardão, o Hotel Abandonado, entre outras coisas. (3 dias)

Rota do Amola Faca – roteiro nível 1, com possibilidade para trechos nível 3. Pode ser realizado 2 ou 3 dias. Visita-se o Canion da Pedra, Canion Amola Faca, Canion da Boa Vista, Cânion do Realengo, etc… Na opção de 3 dias pode-se visitar outras atrações em São José ou fazer trilhas mais pesadas, como a Trilha do Morro do Pontão. (2 ou 3 dias)

Rota do Castelo – roteiro nível 1 no entorno de Caxias do Sul, passando por estradas vicinais, barragem, terminando no Castelo com degustação de vinhos. (1 dia)

Rota do Corredor – roteiro nível 2, próximo a São Francisco de Paula. Percorre um corredor entre fazendas com alguns obstáculos como barro, pedras, sanga, etc.. Local bonito, com boas dificuldades. (1 dia)

Rota do Lajeado = roteiro de nível 1 ou 3, em Cambará. Visita a fazenda Recanto dos Amigos, com almoço campeiro lá. Depois segue para o Lajeado das Margaridas, com opção de caminho leve (1), ou caminho mais difícil (3). (1 dia)

Rota do Paco – roteiro nível 2, no interior de Veranópolis. Passa por trechos de ferrovia onde se encontra diversas construções abandonadas ao longo do percurso. Visita-se a pé um viaduto e um túnel da ferrovia. (1 dia)

Rota dos Aparados – roteiro nível 2 a 3, conforme o clima. Em Cambará, é uma extensão da Rota do Canion, prosseguindo o  caminho por dentro da Fazenda até chegar ao local denominado “Fundo Grande”, com bela vista dos cânions e litoral. Passa-se pelos Canion Cambajuba e Canion do Fundo Grande, além do Canion Pinheirinho e Cachoeira dos Velhos. (2 dias)

Rota dos Campos de Cima da Serra – mix de roteiros no entorno de Cambará e São Francisco. No primeiro dia é realizada a Rota do Lajeado, sendo no segundo uma Rota dos Passos Estendida (trilha extra por dentro de fazenda e Cachoeira dos Venâncios), e no terceiro para o retorno um percurso pela Serra do Umbu, Quebra-cabo, terminando em Rolante. (3 dias)

Rota dos Faróis – roteiro nível 1 na região de Mostardas. Pode ser realizado em 2 dias, ou em 3. Em dois dias é feita a visitação de 4 faróis, sendo o Farol da Solidão, Farol de Mostardas, Farol Cristovão Pereira e Farol Capão da Marca. Na opção de 3 dias é feita a Trilha do Manduca e a ida a São José do Norte. Em ambos se passa na Lagoa do Peixe na Trilha do Talhamar. (2 ou 3 dias)

Rota dos Passos – roteiro nível 2, na região de Cambará do Sul e Jaquirana.  Visita o Passo da Ilha, com almoço por lá, e depois percorre a Trilha do Dante, com obstáculos como erosões, pedras, barro e água. Depois é visitado o Passo do S e sua cachoeira. (1 dia)

Rota do Cânion – passeio em Cambará, por fazendas particulares, com almoço (churrasco campeiro). Nivel 2, mas pode ser feito com qualquer veiculo. Passagens opcionais por obstáculos. Visitação ao Cânion Pinheirinho e Cachoeira dos Velhos. (1 dia)

Trilha da Praia Triste – trilha de 4 dias, saindo de Porto Alegre e indo a Bombinhas por caminhos alternativos, principalmente no litoral sul de Santa Catarina. No segundo e terceiro dias é feito a Trilha, de nível 5, com acampamento. No 4º dia é feito o retorno, direto por asfalto. (4 dias).

Obs.: Pode-se usar os trajetos do primeiro dia e outros para compor um passeio por SC de nível 1.

Trilha das Armadilhas – trilha de nível 3 a 4, na zona sul de Porto Alegre, na fazenda de mesmo nome. Lá são enfrentados diversos obstáculos como pedras, barro, erosões, banhados, etc… (1 dia)

Trilha de Capão da Porteira – trilha de nível 2 a 3 no entorno de Viamão na localidade de mesmo nome. Esta no momento fechada devido a problemas com os proprietários dos locais. Pendente verificação. (1 dia)

Trilha do Entorno – Trilha no entorno de Porto Alegre e Viamão, utilizando e visitando locais como o Morro da Apamecor, Trilha do Beco do Salto D’água, Trilha do Bocão, Trilha do Gravatá, e estradas de terra. O nível é variável conforme época do ano, podendo ser nível 1 no verão e nível 3 a 4 no inverno conforme as chuvas. (1 dia)

Trilha do José Velho – Trilha no entorno de Três Coroas e São Francisco. Percorre 4 trilhas de diferentes níveis de dificuldade, variando de nível 1 a 3. A Trilha dos 800mts, Trilha da Vaca Velha, Trilha da Esteira e Trilha do Veraneio. Pode ser mesclada para fazer mais leve ou mais difícil. (1 dia)

Trilha do Taylor – trilha nível 3 nos arredores de Barra do Ribeiro. Trecho areia pesada, e áreas alagadas. Sujeito a disponibilidade do local. (1 dia).

Trilha do Xökleng – trilha nível 3, nos arredores de Cambará do Sul. Visita a Cachoeira do Xokleng, com um cemitério indígena xokleng. Trilha com muitos obstáculos, a maioria composto de trechos de barro e atoleiros. (1 dia)

Trilha dos Pôneis – trilha nível 3 a 4, próximo a Caxias do Sul. Trilha curta, repleta de obstáculos com erosões, barro, água e mato. (1 dia)